Dia dos Associados do MMF- 26 Nov. 2016

01/12/2016

img_0014

Decorreu no Colégio de S. Teotónio, em Coimbra.

Registamos, por ordem decrescente de presenças, as origens dos que vieram até nós:

Mira, Ceira, Soure, Seixo de Mira, Santiago da Guarda, Condeixa, S. José, Santa Cruz, Bolho, Ansião, S. Caetano, Assafarge, Corticeiro de Cima, Lamarosa, Vilarinho (Lousã), Zorro (Lousã), S. Martinho do Bispo, Covões (Cantanhede), Murtede.

Foi orador, na parte da manhã, o reverendo Padre Carlos Azevedo, sacerdote da Diocese de Lisboa e capelão do Hospital de D. Estefânia, aquele onde a Jacinta foi operada e morreu.

Na parte da manhã:

O orador convidado foi o reverendo Padre Carlos Azevedo, do Patriarcado  de Lisboa e Capelão do Hospital de D. Estefânia, aquele onde a Jacinta esteve internada foi operada e morreu.

Começou relatando um caso curioso, um dos da sua experiência como capelão. Tratou-se de uma menina americana que pediu, como prenda de aniversário, uma visita aos locais por onde a Jacinta tinha passado ou vivido. Isto, depois de ler o livro da vida da Jacinta. O sacerdote referiu que, à semelhança dela, muitos americanos vêm a Portugal visitar o Hospital de D. Estefânia, por causa da Jacinta, lamentado que em Portugal não se leia  a vida dos nossos santos. Os habitantes da diocese de Coimbra, referiu, têm à sua disposição os santos que viveram em Coimbra  ou passaram por cá: S. Teotónio, S. António, os cinco mártires  franciscanos de Marrocos, Santa Isabel, a Ir Lúcia, esperando-se a sua beatificação. Apontou o facto curioso de os três Pastorinhos terem vivido ou falecido em diferentes partes de Portugal e norte da Espanha: Leiria, Lisboa, Coimbra, Porto, Tui, Pontevedra.

A assembleia gostou de ouvir que ele era um apaixonado por Nossa Senhora e pela Mensagem de Fátima, salientando também as maravilhas operadas por altura das visitas da Sua  imagem peregrina.

Estabeleceu depois um paralelo de pormenores entre Cristo e a Jacinta: tanto Cristo como a Jacinta intercederam pelos pecadores, estiveram presos injustamente, tiveram uma paixão extremamente dolorosa, aceitaram  o sofrimento  em redenção  e expiação de pecadores, não se queixaram, não protestaram, não injuriaram, não se revoltaram, não acusaram, aceitaram tudo heroicamente, morreram praticamente sozinhos, foram sepultados em sepulcros emprestados, sem dinheiro para melhor. Finalmente, ambos ressuscitaram para a Glória Eterna. Mais: Como não havia lugares na estalagem, em Belém, por alturas do nascimento de Jesus, também foi difícil encontrar quem recebesse a Jacinta quando foi levada para Lisboa, acabando por ser aceite  no Orfanato das Clarissas, em Lisboa, junto à basílica da Estrela. A dificuldade residia na tuberculose óssea que minava a Jacinta e que exalava já um cheiro pestilento. Também se temia que as outras crianças desse orfanato fossem contaminadas, o que não veio a acontecer.

O sacerdote, referindo-se ao exemplo e às lições que a Jacinta nos deixou, disse que é o Amor a Deus que dá sentido, valor  e heroicidade a todas as nossas acções, incluindo todo o tipo de sofrimento(s) que nos afecta: doenças, tristezas, angústias, medos,…Se nos deixamos abater por estes problemas, revelamos que não estamos em Deus. Pureza de coração e confiança em Deus são os remédios para os nossos males. Assim fazendo, estaremos em condições de passarmos nós a ser uma referência positivamente cristã para aqueles que convivem connosco em vida ou que nos lembram após a nossa morte. Devemos ter em conta que as acções sem Amor não contam. Numa expressão curta: O Amor a Deus é o que mede o valor daquilo que fazemos.

O orador relembrou algumas personalidades que se deixaram envolver pelos acontecimentos de Fátima e com os Pastorinhos, citando o Cónego Manuel Nunes Formigão, que acreditou logo desde a primeira hora, após interrogar as crianças. Foi ele que trouxe para Fátima o que frequentemente via em Lourdes. O Pe. Cruz teve igualmente papel activo  em relação aos videntes. Veio a propósito referir que um sacerdote está normalmente envolvido em todas a aparições, citando, como exemplos, as de Fátima e as de La Salette, pois são os sacerdotes os primeiros a estudar o que os videntes contam.

Na homilia da missa deixou o exemplo e a mensagem de Cristo aos apóstolos e discípulos: “Erguei-vos, levantai a cabeça, está próxima a vossa libertação”. Ficou o convite para sermos profetas e apóstolos da confiança, da alegria, da esperança na vitória sobre o mal. Nossa Senhora a isso nos incitou: “Por fim, o meu Imaculado Coração triunfará”, na linha daquele de Cristo: “Acreditai, tende esperança, Eu venci o mundo”!

Na parte da tarde:

Foi apresentado o plano de actividades da Equipa Diocesana do MMF de Coimbra para o ano pastoral de 2016-2017, a que se seguiu a apresentação de um vídeo sobre os “Ecos de uma peregrinação a Roma”, realizada por um grupo de pessoas e por iniciativa da Equipa Diocesana de Coimbra.

Exprimimos os nossos agradecimentos ao Colégio de S. Teotónio, ao Colégio da Rainha Santa, à Casa Episcopal, por cedência de instalações e/ou estacionamentos, incluindo também as presenças dos Associados e o sacerdote Pe. Carlos Azevedo.

Que Deus pague a todos os que organizaram, apoiaram ou viveram este dia connosco.

 .

E.M.


Retiro para Doentes – 10 a 13 Novembro de 2016

20/11/2016

Aconteceu, em Fátima, nestes dias, mais um Retiro para Doentes da Diocese de Coimbra.

Sob a direcção e orientação dos Padres Manuel Antunes e Francisco Pereira cumpriu-se o programa estipulado para estes Retiros de Doentes.

Registamos presenças oriundas das paróquias de: Santa Cruz, S. José, S. António dos Olivais, S. João Baptista, Santa Clara, Sé Velha, Sobral de Mortágua, Souselas, Lorvão, Unidade Pastoral de Condeixa, Unidade Pastoral de Soure, Mira, Praia de Mira, Unidade Pastoral de S. Martinho do Bispo, Almalaguês, Ançã, Santa Comba Dão (Diocese de Viseu), S. Lourenço (Diocese de Aveiro), Carvalhal Benfeito (Patriarcado de Lisboa).

O próximo Retiro está agendado para 15-18 de Maio de 2017, aceitando-se, desde já, as necessárias inscrições de candidaturas.

Contactos:

Isilda Lages   isildalages@hotmail.com

Adriana Mesquita: 964291624


Conselho Diocesano do M. M. de Fátima de 2016

06/11/2016

Data e local da sessão: 29/10/2016, na Igreja de S. José, Coimbra

Os trabalhos começaram com a oração a Nossa Senhora e aos Pastorinhos, seguida de cânticos.

Teve a palavra o Assistente Nacional, Padre Manuel Antunes, tendo como tema: “O Coração Imaculado de Maria”.

 O orador realçou a grande importância que o Coração Imaculado de Maria tem em nossas vidas, sendo o elo fundamental com Deus, em representação do Seu enorme Amor. Desde tempos imemoriais que isso acontece, pois temos 870 passagens bíblicas que falam dessa ligação, do amor que Deus tem por todos nós; patente em: Salmo 66; Jeremias 29; Provérbios 3;Mateus 12; Lucas 2 e 6; Mateus11, podendo ser acrescentadas muitas outras passagens bíblicas.

A adoração que prestamos a Deus pode ser pública ou privada. A pública está no antigo e novo testamentos; a privada está connosco, é a mensagem que está dentro de nós, no nosso coração, resultante de como acolhemos, nas nossas vidas, a Palavra e o Amor de Deus. Os primeiros salmos são mal entendidos, pois  as pessoas fazem os rituais, mas nem as suas vidas nem os seus corações mudam. O essencial é começar pelo nosso coração, pelo que fazemos, por nossas vidas, começando, primeiramente por nós, para depois deixar que o nosso coração liberto se abra para Deus, através do Imaculado Coração de Maria.

A mensagem de Fátima é bíblica. Na 2ª aparição, Nossa Senhora diz à Lúcia “Ele quer estabelecer no mundo a devoção ao meu Imaculado Coração”:, na 3ª aparição, quando diz “Ele quer estabelecer no mundo a devoção ao meu Imaculado Coração. A quem a abraçar, prometo a salvação e serão queridas de Deus estas almas, como flores postas por Mim a adornar o seu trono ”; no dia 13 de Julho de 1917, Nossa Senhora disse à Irmã Lúcia: “Deus vai punir o mundo de seus crimes, por meio da guerra, da fome e de perseguições à Igreja e ao Santo Padre. Para impedi-la, virei pedir as Comunhões de reparação e a consagração da Rússia ao Meu Imaculado Coração … Por fim, o Meu Imaculado Coração triunfará. O Santo Padre consagrar-Me-à a Rússia, que se converterá, e será concedido ao mundo algum tempo de paz.”

É a salvação e a paz eterna que Deus quer. Deus ama-nos e quer dar-nos o melhor, por intermédio do Imaculado Coração de Maria. O Papa João Paulo II, em 1984, consagra o mundo ao Coração Imaculado de Maria.

No dia 10 de Dezembro de 1925, Nossa Senhora apareceu à irmã Lúcia e ensinou-lhe a prática dos “Cinco Primeiros Sábados” do mês, em desagravo às ofensas cometidas contra a Sua dignidade. Estes sábados têm que ser feitos com fé e convicção, com o nosso coração aberto à mensagem de Nossa Senhora, como se fosse um santuário para que Deus realize em nós a sua purificação e alcancemos o Seu Amor e, por sua vez, aprendamos a deixar esta porta sempre aberta como caminho entre nós, Maria e Deus. Tomemos consciência que Nossa Senhora é Mãe, o Coração de Maria é o caminho para Deus, para que as Suas promessas sejam alcançadas!.

O céu nos quer bem e, em Fátima, através de Maria, tivemos essa certeza, que a Misericórdia é como água viva que vem dos céus para todos nós, mas temos que abrir os nossos corações à mensagem de Maria, assim como os Pastorinhos o fizeram.

Teve a palavra o Presidente Nacional Enf. Nuno, que começou por nos felicitar pelo nosso trabalho e empenho nas actividades que realizámos e pela capacidade de levarmos a Mensagem de Fátima a todos aqueles que têm o seu coração disponível para a acolher, fazendo com que os Mensageiros não desistam ou caiam em desânimo perante os vários obstáculos que encontram no seu caminho.

Não deixou de ter razão, quando disse que estávamos presentes, porque Nossa Senhora nos tinha convocado, pois, no MMF é Ela que nos convida, é Ela que nos toca. Foi Ela que nos preparou, é Ela que nos envia para a missão, pois nós somos os Mensageiros da Mensageira de Deus através de Maria. A Mensagem dos acontecimentos de Fátima passa por nós como fios condutores e, conscientes desta responsabilidade, cada um de nós aqui presente, na sua paróquia ou na função que lhe foi destinada, é candeia acesa do Céu.

Aprendamos com os Pastorinhos, que foram os primeiros Mensageiros das palavras de Maria! Eles são modelos de santidade para nós, na confiança, porque foram injuriados, ameaçados e mantiveram-se firmes e confiantes em Deus e em Nossa Senhora, confiaram na Verdade divina que experimentaram pela luz da Senhora da Azinheira. Ser Mensageiro é confiar, sem medida, na alegria como transmitimos o que sentimos, como Jacinta o fez, depois de ver Nossa Senhora. Ser Mensageiro é ser alegre na missão; na fidelidade, como os Pastorinhos o foram pela vida de oração, de reparação, pela conversão de vida, pela oferta a Deus. A fidelidade torna-nos mais próximos de Deus. Ser mensageiro é ser fiel aos apelos de Nossa Senhora.

No programa do Centenário das aparições do Anjo e de Nossa Senhora, muitas actividades já se encontram em curso, além de outras planeadas pelo Santuário, que delineou  três fases: 1..  A formação, com a realização de vários cursos; 2.  A vida Espiritual, com retiro em Fátima para responsáveis diocesanos e paroquiais; 3.  A renovação do compromisso como Mensageiros durante este ano Jubilar.

Para 2017, além do programa habitual, teremos:

. Momentos de oração, com a visita da imagem peregrina de Nossa Senhora de Fátima de casa em casa;

. Realização de  retiros espirituais para o pessoal da saúde;

..Realização de várias peregrinações;

. Realização de retiro de jovens;

. Promover formação de grupos e envolvimento dos pequenos Mensageiros no dia dedicado aos Beatos Francisco e Jacinta.

Nossa Senhora apareceu na Cova da Iria, escolheu a nossa Pátria, escolheu três crianças, falou português e deixou, para o mundo, uma mensagem de profecia,   de misericórdia, de paz e  de esperança.

Estiveram presentes  representantes das seguintes Paróquias: Ansião, Almagreira, Condeixa, Covões, Ceira, Febres, Murtede, Mira, Maçãs de D. Maria, Lamarosa, Oliveira do Hospital, Praia de Mira, Santiago da Guarda, Sobral de Mortágua, Santa Cruz, S. Caetano, S. Pedro de Alva, Seixo de Mira e Soure..

 Zélia Maia

 

 


Dia do Associado do MMF de Coimbra – 26 de Novembro de 2016

04/11/2016

Convite aos  Secretariados Paroquiais

No início do novo Ano Pastoral de 2016-2017, na sequência da realização do nosso Conselho Diocesano, no dia 29/10/2016, convidam-se todos os elementos dos Secretariados Paroquiais, todos os colectores do jornal “Voz de Fátima” e todos os Associados do MMF para o já habitual Dia do Associado do MMF de Coimbra.

Dando continuidade à Celebração do Centenário das Aparições de Fátima, neste novo Ano Pastoral de 2016-2017, o tema do ano, baseado na Aparição de Outubro, é “O Senhor fez maravilhas”.

O Dia do Associado do MMF vai decorrer no dia 26 de novembro de 2016, no COLÉGIO DE SÃO TEOTÓNIO, em Coimbra, com o seguinte programa:

09:00Acolhimento

09:30 – Oração – Laudes

10:00 – Reflexão  orientada pelo reverendo Padre Carlos Azevedo, Capelão do hospital de D. Estefânia

11:50 – Intervalo

12:00 – Missa

13:00 – Almoço livre (possibilidade de almoço no refeitório sob marcação)

14:30 – Apresentação sumária do novo Boletim do Ano

15:30 –  “Ecos do Jubileu Mariano em Roma”

16:30 – Encerramento, pelo Assistente Diocesano do M.M.F

Para confirmação do número de associados presentes por Paróquia e marcação de almoços solicitamos contacto obrigatório com Isilda Lages – 926 611 830 – isildalages@hotmail.com .

Contamos com a presença de todos os Mensageiros de Nossa Senhora da Diocese de Coimbra!

O Presidente,

Pedro Alexandre Silvestre Madeira


Peregrinação a Roma 4 a 12 /10/2016

01/11/2016

Download do documento aqui: peregrinacao-a-roma-de-4-a-12-de-outubro-2016


Conselho Diocesano 2016 – M.M.F. da Diocese de Coimbra – 29 de outubro de 2016

26/10/2016

AOS SECRETARIADOS PAROQUIAIS

Caros Mensageiros de Nossa Senhora de Fátima,

Aproxima-se a data do próximo Conselho Diocesano 2016 do Movimento da Mensagem de Fátima da Diocese de Coimbra – 29 de outubro de 2016. Pela presente carta convocamos o vosso secretariado a participar e apresentar o Relatório de Atividades de 2015 / 2016 e o Programa de Atividades para 2016 / 2017.

De acordo com as orientações do Secretariado Nacional só devem estar presentes no Conselho Diocesano as pessoas que compõem os órgãos do Secretariado Paroquial. Aproveitamos, também, para solicitar aos secretariados que ainda não procederam ao envio da composição do secretariado, ou possíveis alterações que tenham ocorrido, o façam o mais breve possível, indicando: nome, função, morada, data de nascimento e contactos (telefone / telemóvel / email).

Ordem de Trabalhos

9h – Acolhimento

9h30 – Oração – Laudes

10h – Reflexão orientada pelo Assistente Nacional Padre Manuel Antunes e pelo Presidente Nacional Enf. Nuno Neves

12h00 – Eucaristia

13h – Almoço

14h30 – Relatórios de Atividades 2015 / 2016 e Programa de Atividades para 2016 / 2017 – apresentação pelos Secretariados Paroquiais e pelo Secretariado Diocesano

16h30 – Encerramento pelo Assistente Diocesano Cónego João Castelhano

O local da realização do Conselho Diocesano é no Salão Paroquial de S. José, em Coimbra. O Almoço será da responsabilidade de cada um dos participantes. Gratos pelo acolhimento que nos queiram dispensar e confiantes no vosso trabalho na divulgação e vivência da Mensagem de Fátima, reiteramos as nossas saudações,

O Presidente do Secretariado Diocesano,

Pedro Silvestre Madeira


Peregrinação de Idosos – 18/19 de Outubro 2016

23/10/2016

Nos passados dias 18 e 19 de Outubro ocorreu mais uma Peregrinação de Idosos a Fátima

Da Diocese de Coimbra foi um grupo de 103 pessoas,  de autocarro e  em viaturas próprias, tendo-se cumprido o programa que caracteriza esta Pastoral das Peregrinações, cada vez com mais aceitação entre os associados do MMF.

Registamos as respectivas paróquias: Almagreira, Lamarosa, Pelmá, S. Pedro d’Alva, Almalaguês, Ceira, Castelo Viegas, Assafarge. Paleão (Soure), Santa Cruz, S. José, Pombal, Semide, Lousã.

A orientação espiritual  esteve ao cuidado do reverendo Pe Francisco Pereira.

 


%d bloggers like this: